Galaripos no puleiro, pintos no quintal

by pasmalu

Os últimos dias têm sido férteis em surpresas. Mais uma: Serifo Nhamadjo propõe que as personalidades envolvidas na transição, sejam excluídas das próximas eleições gerais na Guiné-Bissau.

Declarações do presidente de transição no Aeroporto Internacional Osvaldo Vieira após seu regresso de Nova Iorque, onde participou na Assembleia Geral das Nações Unidas.

Mas porquê, agora, esta proposta? Para contentar a comunidade internacional? Para fingir uma seriedade que não existe por parte das “autoridades” de transição? Ou porque (ele, Nhamadjo, e pandilha da transição) se querem manter eternamente no “puleiro”, adiando sucessivamente, pelas mais diversas razões, as eleições? Claro que quem sobe ao puleiro, quer os pintos, isto é, quem não é da pandilha, quanto muito no quintal, bem longe, de preferência.

O engulho maior para eles, é, no entanto, o próprio António Indjai. Não os topa, e até os chamou de corruptos, como ouvimos, e que até nem é mentira! Por isso, instado a comentar a recente declaração do general, Serifo Nhamadjo lamentou-se a dizer: “Este não é o tempo para atirar pedras”.

Fonte: http://apanews.net/news/fr/article.php?id=208772#sthash.lHAy0Acu.dpu