Volta di mundu i rabu di pumba

by pasmalu

No seio da cúpula militar, a movimentação conspiratória está a atingir o seu ponto mais alto.

Os militares putchistas são os mais activos. Sabem que António Indjai tem os dias contados e que se ele for apanhado vivo pela DEA americana, toda a direção militar está condenada a ser afastada ou a acompanhar o Chefe na viagem para os EUA.

Por isso começaram a juntar pedra para atirar a Indjai, para poder aparecer mais tarde perante a opinião publica e a comunidade internacional, como os salvadores da Pátria, isto é, aqueles que “libertaram” a Guiné-Bissau de um dos maiores narco-traficantes da costa ocidental de África.

Pretendem com isso, ser perdoados pela comunidade internacional e continuar a mandar nos políticos de 2ª mão que dirigem agora o futuro do país.

Significa isto que tudo ficará na mesma, mudando apenas as moscas que no passado eram o suporte do Indjai. Aqueles que antigamente apoiavam o chefe do Cartel Kusundé, justificam a sua posição dizendo que volta di mundu i rabu di pumba… 

Na Guiné-Bissau vive-se agora um regime de fim de festa, com dirigentes a morrer de excesso de Viagra, de vergonha e outros a emigrarem para a Alemanha para tratar o que já não tem solução.

Anúncios