As chefias militares estão em polvorosa

by pasmalu

A única coisa que os une é o medo. Sabem que a contagem decrescente já começou para fazerem o cruzeiro para os Estados Unidos da América e juntarem-se aos colegas de ofício que já lá estão.

Vários sentimentos se atropelam. Por um lado o da vingança e o principal alvo é o Presidente da CEDEAO, Serifo Nhamadjo, que para salvar a sua pele resolveu dizer aos americanos tudo o que sabia. Por isso vem adiando o seu regresso ao país com medo de ser transformado em canfurbate pelo Indjai.

Por outro, andam com medo uns dos outros, com a suspeita de muitos já terem vendido a alma aos americanos, esperando um perdão destes. Indjai, em desespero de causa e mostrando a sua matchundadi diz: “ami ê ka na léban. Na mata nha cabeça!”.

Os militares que conseguiram manter-se afastados do tráfico de drogas e armas, fazem força para que os americanos venham depressa e limpem a casa. Claramente já se demarcaram das chefias corruptas.

As acusações mútuas são o dia a dia dos quarteis. O maior alvo, porque gordo, anafado e redondo, é o ambicioso Daba Na Walna, militar de beco e que é acusado de ter assentado praça em Fanado recente e que nem pegar numa arma sabe. E que tem a mania que manda em todos os outros.

Todos dizem que esse será o primeiro a ir.

Advertisements