E ben nan ku pito

by pasmalu

Maquiavelicamente planeado, está em curso o estabelecimento de uma ditadura do PRS na Guiné Bissau.

O assalto à sede do PAIGC, com a conivência da CEDEAO, é um elemento dessa estratégia, para colocar o país perante um facto consumado. Esta é a forma de atuação preferida de Kumba e seus acólitos. As declarações gravadas que aqui colocámos na passada sexta-feira não deixam dúvidas.

Embora os militares tenham acabado por abandonar a sede do PAIGC, a ameaça ficou para ser bem “entendida”.

Internamente a inventona de ontem foi desmascarada e caiu rapidamente por si.

Decidiram avançar com uma fuga para a frente, com o beneplácito e “ausência” da CEDEAO e o apoio da comunicação da RFI.

Kumba e os seus militares pretendem instalar um clima de “salve-se quem puder” para tomarem à força o poder.

E NA RIBA MARCHARRÉ

Advertisements