Nhu Fernando Vaz, abô i burgunho di bu papé

by pasmalu

(Sr Fernando Vaz, você é a vergonha do seu pai)

É do conhecimento público que o Fernando Vaz, também conhecido por Nando, é considerado pelo pai, Sr. João Vaz, como não sendo seu filho, tão caloteiro, tão mandrião, tão faz-menos, tão trapaceiro e tão incompetente ele é, que o pai por vergonha se recusa a reconhecê-lo.

Atributos ideais para integrar o governo da força de ocupação da CEDEAO e para Faustino Imbali, o verdadeiro chefe deste governo o encarregar de liderar o dossier Roberto Cacheu, explicando que não conseguindo ele, ministro dos Negócios Estrangeiros, inverter a posição da comunidade internacional – de apoio ao governo legítimo da Guiné-Bissau e de condenação do governo dos golpistas da CEDEAO – havia que mudar completamente de estratégia.

Faustino Imbali tem estado sujeito a pressões para que explique a renomeação do presidente da Comissão Nacional de Eleições, recordam-se, tinha sido acusado pelos golpistas de fraudolento-mor das últimas eleições não-acabadas.

É igualmente confrontado com o pedido de regresso dos militares angolanos feito pelo ministro do Interior, o que derruba inteiramente os suportes justificativos do Golpe.

Daí que tenha sido necessário mudar de estratégia. Não resultando este tipo de argumentos, decidiram atacar o governo de Carlos Gomes Júnior através dum tema muito caro à comunidade internacional: o do assassinato político.

Fernando Vaz, o bem-falante, o tal que, ignorante, está sempre a dizer “consequente e subsequentemente” como se isso quisesse dizer algo, “organiza” a “mise en scêne”. Fabrica o guião do assassinato de Roberto Cacheu e por incompetência troca a sequência do argumento: diz que há 3 corpos enterrados, um deles de Roberto Cacheu, e quando lá vão os “convidados”, já não sabe onde fica o local e os assassinos confessos ficaram no café “Dias & Dias” no mata-bicho.

Será que ele tem olhos com raios ultra-violetas que vê os corpos enterrados e que sabe de quem são antes de os desenterrar? Ou será que Fernando Vaz, conivente com tais assassinatos – que a confirmarem-se terão a ver com questões de narcotráfico, e não políticas, – se esqueceu de levar os executantes (isto é, os assassinos) para identificarem o local?

Logo à partida Fernando Vaz, você estoirou com a nova estratégia do seu (des)governo. Agora vão ter de inventar outra.

Nhu Vaz abô i toróssa limpu fandan !!!

O seu pai e os seus irmãos têm razão: você é a vergonha da família.

Sorrateiramente você bem diz aos amigos mais chegados que o culpado do fracasso é o Faustino Imbali que, também ele liderou o golpe de 1 de Abril, fez o discurso de vitória e o deixou ficar num computador do INEP, onde o grupo bem alargado, se reunia para conspirar.