CEDEAO “segura” Bubo em Dakar para não fazer “asneiras”

by pasmalu

A CEDEAO decidiu “fixar residência” em Dakar-Senegal, a Bubo Na Tchuto quando ele se preparava para dar mais um golpe, desta vez a António Indjai.

A “coisa” vinha já sendo preparada há dois meses por Bubo que fazia permanentes visitas ao sul do país onde se encontra a grande maioria dos seus acólitos e apoiantes populares.

Nessa altura, era frequente ver em muitas tabancas balanta, grande número de jovens a desenterrar, limpar e preparar o armamento escondido no tempo em que Kumba Ialá foi presidente e para lá enviou um manancial de armamento ligeiro. Era fácil identificar essas tabancas porque colocavam à entrada um pneu, como indicador para os restantes apaniguados.

Esses jovens apenas chamavam a atenção de que tinham muito poucas munições e precisavam urgentemente delas. Os narcotraficantes encarregaram-se de satisfazer o pedido, pelo que o potencial de revolta da linha Bubo começou a preocupar Indjai que decidiu cercar a casa de Bubo em Bissau.

Perante a eminência do golpe, a CEDEAO resolveu tomar “medidas” evitando mais uma desgraça e desprestígio no seu roteiro de “transição” que está completamente parado.

Mais um Golpe de Estado e era o descrédito absoluto da via CEDEAO (Senegal, Burkina Faso, Costa do Marfim e Nigéria) para a Guiné-Bissau, embora este afastamento não seja necessariamente impeditivo de que tal venha a ocorrer.