Governo de transição corrido mais uma vez do Rio+20

by pasmalu

O Brasil recusou a entrada à delegação dos funcionários do governo de transição da Guiné Bissau que se apresentaram para participar nesta cimeira.

Os brasileiros garantiram que a essa reunião só seriam admitidos quem estivesse a trabalhar para o governo de Carlos Gomes Júnior.

O secretário de Estado do Ambiente começou a choramingar e pediu que o deixassem entrar como simples técnico que ele não é (a única qualificação profissional que se lhe conhece, é o facto de ser sobrinho do Kumba Yalá).